SóSamba | 26/02/2013

Ganhos em Salvador e em SP

Mais de 7 mil capacitados para o Carnaval em apenas 4 anos

 

São Paulo, 26 de Fevereiro de 2013 - Em Salvador, para o Carnaval de 2013 foram disponibilizadas mais de 5 mil licenças para pontos de ambulantes nos circuitos oficiais - Batatinha, Dodô e Osmar. Cada ponto licenciado envolve diretamente quatro trabalhadores. As associações representativas dos ambulantes estimam que mais de 40 mil ambulantes, entre licenciados e não licenciados, atuem no Carnaval em mais de 10 mil pontos de comercialização. Nos últimos quatro anos, o Sebrae capacitou em Salvador mais de 7 mil empreendedores (média de 1,8 mil por ano), exclusivamente para o período.

Para garantir a lucratividade, os pequenos negócios da capital soteropolitana se organizaram em uma central de compras, o que permitiu aumentar o poder de negociação junto às cervejarias, reduzindo em até 20% o custo final das cervejas em relação ao preço médio praticado nos supermercados, tradicionais postos de abastecimento dos ambulantes.

A Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo corrobora a importância da formalização dos pequenos negócios para atuarem no mercado carnavalesco. Segundo o presidente da Liga, Paulo Sérgio Ferreira, o Carnaval de São Paulo está cada vez mais profissionalizado e concorrido. “As escolas estão procurando contratar o maior número possível de empresas legalizadas como forma de garantir prazos de entrega e a qualidade do serviço”, revela.


Salões de beleza, filão de ouro

Em São Paulo, o  Sebrae-SP mediante o seu escritório regional capital Norte já realizou com sucesso o “Café Empresarial Beleza Legal”, com base em levantamento da Junta Comercial (Jucesp). Os salões de beleza, de acordo com esses dados, lideram o ranking de empreendedorismo no estado, onde há mais de 50 mil estabelecimentos.  Pelos dados da Jucesp, somente entre janeiro e junho de 2012 foram abertos mais de 8 mil salões de cabeleireiros, além de 3,9 mil empresas de serviços de estética corporal.

O Sebrae-SP alerta que, além de qualidade no atendimento, essas empresas devem cuidar para não descumprir as normas da Vigilância Sanitária. E foi com esse objetivo que a entidade idealizou esse “Café”.

“Este é um segmento que cresce com força, gerando empregos e renda, e que precisa estar alerta para garantir a saúde dos profissionais e também da clientela que atende”, destacou o gerente do Sebrae-SP na capital Norte, Alessandro Leite.

O “Café” reuniu empresários de micro e pequenos negócios do segmento, como salões de beleza e estética; manicures, pedicures e serviços de depilação no encontro com especialistas que transmitiram informações valiosas sobre as normas da Vigilância Sanitária que visam, principalmente, evitar a transmissão de HIV e doenças como hepatite tipos A, B e C.

Inscrições para eventos dessa natureza são gratuitas e podem ser feitas pelos telefones 0800 570 0800 / (11) 3991-4848 / (11) 3991-7473 / (11) 3991-7499.

 
Últimas notícias de Mercado
25/09/2013 | PEC da Música é aprovada
27/05/2013 | Petrobras premia a Cultura
26/02/2013 | Ganhos em Salvador e em SP
24/06/2011 | CurtaDoc vai ao ar nesta 6ªF
10/05/2011 | Rio lança editais culturais
Últimas notícias de De Olho no Mercado
25/09/2013 | PEC da Música é aprovada
27/05/2013 | Petrobras premia a Cultura
26/02/2013 | Ganhos em Salvador e em SP
02/09/2011 | Oi Música parte para iPhone
24/06/2011 | CurtaDoc vai ao ar nesta 6ªF
SOSAMBA.COM.BR | COPYRIGHT © 2010 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS